Wallace se diz surpreso com suspensão de 5 anos: “Bem desproporcional”

Wallace se diz surpreso com suspensão de 5 anos: “Bem desproporcional”

Campeão olímpico se posiciona sobre aumento de punição aplicada pelo Conselho de Ética do COB e estuda jogar fora do Brasil caso não reverta pena no Tribunal: “Não vou parar” – Por Alice Brum, Carlos Gil, Carol Oliveira e Roger Case — Belo Horizonte

Wallace, oposto do Cruzeiro, durante jogo contra o Minas na final da Superliga — Foto: Agência I7

Wallace, oposto do Cruzeiro, durante jogo contra o Minas na final da Superliga — Foto: Agência I7

O campeão olímpico Wallace mostrou-se surpreso com a suspensão de 5 anos a que foi submetido pelo Conselho de Ética do Comitê Olímpico do Brasil (CECOB), na última terça-feira. O jogador de vôlei tinha pena inicial de 90 dias de gancho devido ao post com enquete sobre tiro no presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas viu a punição crescer depois de entrar em quadra na final da Superliga no último domingo, amparado por uma liminar concedida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva do vôlei (STJDV). Em entrevista ao Esporte Espetacular, o oposto do Cruzeiro considerou a suspensão desproporcional.

– Me surpreendeu bastante. Cinco anos é muita coisa. Assim, hoje tenho 35, vou fazer 36 neste ano. Se realmente se concretizar isso daí, teoricamente acabou para mim, mas espero que isso mude, que isso se reverta de alguma forma. Que seja uma punição razoável. Saiba que você está abrindo um precedente. Eu tomei 17 jogos. Hoje a punição máxima no vôlei acho que são 12. Agora os caros aumentaram para cinco anos. A punição máxima para doping são dois anos, três, quatro, não sei. Tô tomando mais. É bem desproporcional, por uma postagem de meme. Eu me arrependi profundamente de ter feito isso. Se soubesse, obviamente não teria feito, estaria jogando. Cara, eu errei, como qualquer um erra, mas a proporção que se tomou por ser eu, ter de pagar nessa moeda e pronto… – disse Wallace.

A postagem que Wallace cita na entrevista como um “meme” trata-se de um post do jogador com fotos em um clube de tiro e uma caixa de perguntas para os fãs. Um deles pergunta se o jogador daria um tiro no rosto do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em resposta, Wallace abriu uma enquete para saber se algum de seus seguidores faria isso.

O aumento da suspensão determinado pelo CECOB se deve ao fato de Wallace ter desrespeitado a punição anterior de 90 dias de gancho, apesar de o campeão olímpico contar com uma liminar do STJDV. Antes da final da Superliga, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) levou o caso ao Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA), que deu parecer favorável ao jogador. No entendimento do CECOB, porém, a decisão de suspender Wallace era soberana.
 Não reconheceram o CBMA, não reconheceram o STJD. O que eles falaram está falado. Não tem a quem recorrer – disse o oposto do Cruzeiro.

A defesa de Wallace afirmou que deve recorrer da nova pena junto ao CBMA e, em última instância, à Corte Arbitral do Esporte (CAS). Caso perca a disputa no Tribunal, o campeão olímpico disse que não vai se aposentar.

– Não vou parar de jogar. Acredito que ainda tenha possibilidade de jogar fora do Brasil, então não vou parar.

Post de Wallace questiona sobre tiros em Lula — Foto: Reprodução

Post de Wallace questiona sobre tiros em Lula — Foto: Reprodução

Entenda o caso da suspensão de Wallace

Quais foram as primeiras consequências para o caso Wallace?
Após a publicação, o ministro da Secretaria da Comunicação do Governo Federal, Paulo Pimenta, acionou a Advocacia-Geral da União (AGU). A entidade, então, solicitou ao Conselho de Ética do Comitê Olímpico do Brasil e à Confederação Brasileira de Vôlei a instauração de processos contra Wallace. Os pedidos, então, foram aceitos.

Qual foi a primeira punição a Wallace?
Após o post, Wallace foi suspenso provisoriamente até ser julgado. O julgamento ocorreu no dia 4 de abril, em audiência do Conselho de Ética do COB. O jogador foi punido com 90 dias de suspensão. A decisão definiu a suspensão do atleta com início a partir de 3 de fevereiro, data de entrada do processo, até 3 de maio. Assim, Wallace estaria fora da reta final da Superliga Masculina.

Comentários Facebook

Compartilhe esta postagem